Conecte-se conosco

Ciência

Telescópio italiano revela água em exoplaneta

Publicado

em

📷 Reuters

O Telescópio Nacional Galileu (TNP) revelou a existência de moléculas de água na atmosfera de um planeta situado a 63 anos-luz da Terra.

Descoberto em 2005, o exoplaneta em questão se chama “HD 189733 b” e possui características similares às de Júpiter, mas sua temperatura é superior.

Ele orbita ao redor de uma estrela anã laranja – cuja expectativa de vida está entre 15 bilhões e 30 bilhões de anos – maior que o Sol e com temperatura de aproximadamente 1.200º.

A descoberta das moléculas de água foi realizada por um grupo italiano, guiado por Matteo Brogi, da Universidade de Warwick, no Reino Unido, e por Paolo Giacobbe, do Instituto Nacional de Astrofísica de Turim, na Itália.

Em 2005, já havia sido identificada uma molécula de H2O no “HD 189733 b”, mas não a partir de um telescópio tão pequeno. O instrumento que o identificara é o espectrógrafo infravermelho “Giano”.

“Até então, para medidas como esta, éramos obrigados e recorrer a telescópios bem maiores, como o ‘Very Large Telescope’ ou o ‘Observatório W.M. Keck'”, dizem os pesquisadores.

De acordo com eles, tais instrumentos óticos “possuem um diâmetro de, respectivamente, 8,2 e 10 metros”, enquanto o TNP tem apenas 3,6 metros.

Para os pesquisadores, a descoberta dá margem para revelações futuras, já que o instrumento ótico demonstrou uma capacidade além do esperado.

  • ANSA
Continue lendo
Comentários

Ciência

Museu Nacional do Rio é considerado o 5º maior do mundo em acervo

Publicado

em

Foto: Reprodução / Facebook / Museu Nacional

Destruído em um incêndio de grandes proporções neste domingo (2), o Museu Nacional do Rio de Janeiro era considerado o 5º maior museu do mundo em acervo.

O local abrigava mais de 20 milhões de peças, entre elas o mais antigo fóssil humano já encontrado na América, que foi batizado de “Luzia”. O fóssil tinha cerca de 12.500 a 13.000 anos e integrava a coleção de Antropologia Biológica. Tudo foi destruído pelas chamas.

O Museu Nacional integra o Fórum de Ciência e Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro e é vinculado ao Ministério da Educação. A instituição foi criada por D. João VI, em 6 de junho de 1818.

Na foto acima, está HORI – Múmia do sacerdote do Templo do deus Amon em Karnak (atual Luxor). III Período Intermediário, XXI-XXVI Dinastias (Cerca de 1070-664 a.C.). Origem provável: Tebas Ocidental. Essa múmia estava em exposição no Museu Nacional.

Continue lendo
Ad

Facebook

Ad

Brasil

Mundo

Mais Vistas