Conecte-se conosco

Esportes

Sul-Americana: Atlético-MG perde para San Lorenzo em estreia

Publicado

em

📷 AP Photo/Natacha Pisarenko

O estádio não estava cheio e o San Lorenzo nem estava com a equipe completa em campo. Mesmo assim o Atlético-MG não soube aproveitar a oportunidade e foi derrota por 1 a 0, nesta quarta-feira (11), na estreia da Copa Sul-Americana, no Estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires. A equipe brasileira teve uma atuação bastante apática, passando a sensação de que a derrota para o Cruzeiro na final do Mineiro ainda está na cabeça dos jogadores alvinegros.

Para evitar a sexta eliminação na primeira fase da Copa Sul-Americana, em sete participações, o Atlético-MG terá de vencer o San Lorenzo por pelo menos dois gols de diferença na partida de volta. No entanto, o duelo vai acontecer somente no próximo mês. A partir de agora, é momento de se dedicar ao Campeonato Brasileiro, que começa neste domingo para o Atlético-MG, contra o Vasco, no Rio de Janeiro.

Se tem algo que o técnico Thiago Larghi pode tirar de positivo da derrota para o San Lorenzo foi a atuação do zagueiro Bremer. Com o capitão Leonardo Silva vetado, por causa de uma lesão na coxa direita, o jovem defensor entrou e deu conta do recado. Em uma noite apática do Atlético, Bremer conseguiu se salvar.

Expulso aos 21min do primeiro tempo no clássico com o Cruzeiro, em que o Atlético perdeu o título mineiro, Otero parecia ainda estar abatido pelo erro cometido dias atrás, no Mineirão. Nesta quarta-feira, contra o San Lorenzo, o camisa 11 errou praticamente todas as jogadas que tentou. Até mesmo dentro da área, sozinho com o goleiro, Otero não conseguiu finalizar bem e perde umas das melhores oportunidades do Atlético na partida.

A derrota parcial por 1 a 0 após os primeiros 45 minutos não foi nenhuma surpresa, diante do pouco futebol apresentado pelo Atlético. A equipe brasileira teve uma postura sonolenta e de pouca velocidade na hora de atacar. Sem praticamente incomodar a defesa do San Lorenzo, o time alvinegro pagou caro pela postura em campo e sofreu um gol já nos minutos finais da etapa inicial.

O gol foi marcado aos 38min do primeiro tempo por Gudiño. Em um rebote do goleiro Victor após chute de Castro, ele mandou para o gol, garantindo a vantagem argentina até o intervalo.

Perdendo por 1 a 0, se esperava um Atlético mais efetivo no segundo tempo. O que seu viu foi um time com pouca inspiração e que finalizou apenas três vezes nos 48 minutos (contando os três de acréscimos). Das três tentativas atleticanas, apenas uma foi no rumo do gol, já quase aos 48 minutos, em chute de muito longe de Erik. A bola chegou sem força e o goleiro Navarro não teve nenhuma dificuldade para defender.

O duelo da volta entre Atlético e San Lorenzo vai ser disputado apenas no próximo mês. O segundo confronto válido pela primeira fase da Copa Sul-Americana está marcado para o dia 8 de maio, às 21h45, no Independência. Ao contrário do que acontece na Copa do Brasil, na Copa Sul-Americana o gol fora segue valendo como critério de desempate. Portanto, o Atlético precisa vencer dois gols de diferença para se classificar ou por 1 a 0, para levar a decisão para os pênaltis. Qualquer outro resultado dá a vaga para o San Lorenzo.

Continue lendo
Comentários

Esportes

Veja quanto ganha a França pelo título da Copa do Mundo

Publicado

em

Foto: Darren Staples/Reutrs

França Croácia, que fizeram a grande final da Copa do Mundo 2018 neste domingo (15), com vitória francesa (4 x 2), em Moscou, disputaram também um prêmio milionário em dinheiro, cortesia da Fifa.

Pela conquista, a França fica com US$ 38 milhões – aproximadamente R$ 146 milhões. A premiação destinada ao vice-campeão é de US$ 28 milhões, aproximadamente R$ 111 milhões.

Terceira colocada do Mundial, a Bélgica faturou US$ 24 milhões (algo em torno de R$ 92,5 milhões), apenas US$ 2 milhões a mais do que os ingleses, que terminaram o campeonato em quarto lugar.

Ao todo, os valores de premiação chegara à casa de US$ 400 milhões no Mundial da Rússia. Em 2014, no Brasil, a quantia total foi de US$ 358 milhões.

Sorry, the video player failed to load.(Error Code: 101104)

Em 2022, no Catar, a grana subirá ainda mais. Se o torneio for mesmo realizada com 32 seleções (o aumento para 48 está em discussão), a quantia a ser dividida entre as seleções será de US$ 440 milhões.

As quantias, no entanto, são ínfimas em comparação com o faturamento da Fifa com as Copas. Na Rússia, a previsão inicial era de que a entidade colocasse no bolso mais de US$ 5 bilhões.

Veja as premiações da Copa do Mundo 2018

Campeão

US$ 38 milhões

Vice-campeão

US$ 28 milhões

Terceiro lugar

US$ 24 milhões

Quarto lugar

US$ 22 milhões

5º ao 8º lugar

US$ 16 milhões

9º ao 16º lugar

US$ 12 milhões

17º ao 32º lugar

US$ 8 milhões

* Com informações da Gazeta do Povo.

Continue lendo

Facebook

Brasil

Ad

Mundo

Mais Vistas