Início Saúde Sespa atrasa repasse de material para o teste do pezinho e serviço...

Sespa atrasa repasse de material para o teste do pezinho e serviço paralisa em Santarém

109

O Teste de Guthrie conhecido como teste do pezinho, é um exame simples, coletado a partir do sangue do calcanhar do bebê. Os tipos mais comuns do exame do pezinho são: o teste básico e o ampliado, sendo que apenas o teste básico é ofertado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pode diagnosticar quatro doenças: Fibrose Cística, hemoglobinopatias, anemia falciforme e fenilcetonúria.

O teste é realizado nos primeiros 30 dias de vida do bebê, mas o ideal é que ele seja coletado entre o terceiro e o sétimo dia, o que aumenta a eficácia do tratamento em caso de detecção de alguma anormalidade.

Em Santarém, muitas mães têm encontrado dificuldades para realizar o exame que é oferecido gratuitamente pelo SUS. Isso porque a Secretaria de Estado da Saúde do Pará (Sespa), responsável pelo repasse do material para a realização do exame, tem atrasado a entrega.

A última vez que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) recebeu o papel filtro para a realização do exame foi no mês de julho, quando a Sespa repassou 550 unidades, que foram distribuídas nas 23 Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, onde o teste pode ser realizado.

O Laboratório Central do Estado do Pará (Lacen), responsável pelo exame, libera o resultado aproximadamente em 30 dias úteis. Segundo a coordenadora do Programa Saúde da Criança da Semsa, Graça Almeida, em média o município coleta mais de 500 exames. “O repasse do papel filtro para o exame é de responsabilidade da Sespa, que tem atrasado a entrega e prejudicado o trabalho. O município tem feito a sua parte. Ampliamos o serviço de coleta do teste do pezinho, que antes era somente realizado na casa da criança, mas hoje, além das 23 unidades, estamos estruturando mais 8 UBS’s para que possam também realizar o exame. Mas sem o papel filtro, não há possibilidade de atender a demanda”, ressaltou a enfermeira Graça.

Segundo ela, o município tem dialogado com a Sespa, sempre requisitando e ressaltando a importância do exame para a saúde dos recém-nascidos. Diante das solicitações do município, a Sespa informou que irá enviar o material para o teste do pezinho na próxima semana.