Conecte-se conosco

Pará / Santarém

Operação lei seca é realizada em Santarém

Publicado

em

Foto: Mauro Nayan / Ascom

Durante o final de semana foi realizada em Santarém a Operação Lei Seca, com a presença da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT), 3º BPM, 35º BPM, CPR-I, Detran, Pericia Criminal, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Semma.

A operação teve o objetivo de garantir a segurança no trânsito de modo geral, com verificação de documentos de condutores, veículos, busca veicular, testes de alcoolemia e orientações. “O nosso objetivo é garantir que a legislação seja cumprida, garantindo a segurança dos condutores de veículos, pedestres, promovendo a interação entre todos os órgãos de segurança”, ressaltou a chefe de operação e fiscalização da SMT Lyvia Daniel.

Na sexta-feira (02) foram abordados 35 carros, 135 motos sendo 15 moto taxistas credenciados. Cinco motoristas foram notificados por estarem sem habilitação, 1 com licenciamento vencido e 1 com licença de trafego vencida. Foram removidos ao pátio da Vip 01 carro e 11 motocicletas. Foram realizados três testes de alcoolemia, sendo nos três detectados infrações dos condutores.

Já na operação de domingo foram abordados: 76 carros, 39 motos e registrados 33 notificações, sendo removidos ao pátio da VIP 04 carros e 02 motocicletas. O Departamento de trânsito do Pará realizou 26 testes de alcoolemia, sendo em 06 detectados infrações dos condutores, 17 negativos e 03 condutores foram conduzidos a Delegacia de Policia Civil.

Para a Subcomandante do 3º Batalhão de Policia Militar, Major Gisely Carvalho, a operação tem trazido resultados positivos, “Estamos desde sexta com essa operação integrada, não só no sentido de aplicação de multas, mas também de orientação. A operação inibe o cidadão que está pretendendo beber e dirigir, deixando a sociedade ciente da fiscalização, precisamos conscientizar os cidadãos para que evitem a ingestão de bebida alcoólica se forem dirigir. Nós pedimos para que as pessoas tenham suas atenções redobradas no trânsito, não ingerir bebida alcoólica, pois o veiculo se torna uma arma na mão de um condutor alcoolizado, bem como sempre trafegar com uma pessoa que não faça ingestão de bebida alcoólica para que possa assumir ao volante”, ressaltou a Major.

De acordo com o agente de trânsito do Detran, Rodolfo Sales as operação integradas irão continuar para manterá segurança dos cidadãos ” é de suma importância nosso trabalho integrado, até porque o efetivo do Detran em Santarém é pequeno, então nós precisamos desse apoio tanto da SMT como da Policia Militar e dos outros órgãos de segurança para que possamos fazer um trabalho com bastante êxito. Infelizmente a direção sob efeito de álcool ainda é muito detectada nas fiscalizações, as pessoas ainda não criaram o costume de quando beber passar a direção para quem não ingeriu bebida alcoólica, somente quando envolve a questão financeira que as pessoas procuram se conscientizar”, finalizou o agente.

Pará / Santarém

Caixa inicia pagamento do FGTS para vítimas de enxurrada em Santarém

Publicado

em

Foto: Divulgação

Caixa Econômica Federal iniciou quinta-feira (21), o atendimento para o pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aos trabalhadores residentes em Santarém que foram vítimas de enxurradas no início do ano.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil Darlison Maia, os atendimentos para liberação do FGTS acontecem no período de 21 de junho a 4 de julho de 2018, em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, no horário de expediente das 10h às 15h, de segunda a sexta-feira. O valor do saque será equivalente ao saldo existente na conta vinculada, limitado a R$ 6.220,00. “Nós credenciamos 211 famílias e a Caixa Econômica está liberando o pagamento para aquelas pessoas que foram afetadas pelas chuvas e que estão dentro dos critérios estabelecidos pela Defesa Civil Municipal e pela agência bancária. É importante ressaltar que para receber o benefício a pessoa precisa ter saldo no FGTS”, explicou o Coordenador Municipal da Defesa Civil Darlison Maia.

O trabalhador poderá solicitar a liberação do FGTS apresentando os documentos necessários para saque (originais e cópias): Carteira de Identidade (RG); Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS); comprovante de residência com data anterior a decretação da calamidade ou comprovante de endereço por Declaração emitida pela Prefeitura, em papel timbrado, datada e assinada pela autoridade competente, onde ateste que o trabalhador é residente da área atingida. Com informações do É Notícia Santarém

Continue lendo
Ad

Facebook

Brasil

Ad

Mundo

Mais Vistas