Conecte-se conosco

Educação

MEC repassa R$ 296 milhões para pagamento de bolsas da Capes

Publicado

em

Foto: Rafael Feliciano / Metróples

O Ministério da Educação (MEC) liberou ontem (6) R$ 296,61 milhões para o pagamento de bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Segundo o MEC, o montante liberado para o Capes corresponde à segunda maior cota dos recursos financeiros liberados pela pasta, que totaliza R$ 1,7 bilhão.

Desse total R$ 634,07 milhões são destinados para as instituições federais, sendo R$ 458,9 milhões repassados para as universidades e R$ 175,58 milhões para os institutos federais.

Em evento realizado ontem em São Paulo, o ministro da Educação, Rossieli Soares, reafirmou que as bolsas de estudos de pós-graduação da Capes serão mantidas em 2019.

Ao todo o MEC anunciou a liberação de R$ 2,5 bilhões em recursos financeiros e orçamentários para diversos programas e ações da pasta, além do custeio e investimento das instituições federais de ensino.

Recursos em 2018

As operações totalizam um repasse financeiro de R$ 3,152 bilhões do MEC para as universidades em 2018, até o momento, e de R$ 1,240 bilhão para os institutos federais. Com essa verba, o MEC chega a 80% de liberação do total de R$ 7,513 bilhões de custeio e 55% do total de R$ 633,119 milhões de investimento previstos para o ano nessas instituições.

Ao longo de 2018, foram repassados recursos financeiros no total de R$ 11,092 bilhões para pagamentos de programas, despesas e ações nas universidades, institutos, autarquias, fundações e secretarias da pasta, informou o MEC.

“Os repasses financeiros estão sendo efetuados de forma regular, sem atrasos, garantindo o andamento das políticas e ações estruturantes executadas pela pasta e instituições vinculadas”, diz a nota divulgada pelo MEC.

Em 2016 e em 2017, o MEC liberou 100% do orçamento de custeio para todas as universidades e institutos federais. Em 2018, foram liberados, até o momento, R$ 4,20 bilhões em orçamento de custeio; R$ 208,09 milhões de investimento e R$ 388,6 milhões de receitas próprias para as universidades; R$ 1,77 bilhão de custeio, R$ 81,46 milhões de investimento e 28 milhões de receita própria para os institutos; e, por fim, R$ 46,92 milhões de custeio, R$ 127,69 milhões de investimento, além de R$ 70,1 milhões de receita própria para os hospitais universitários.

Ao todo, somando-se financeiro e orçamento, as instituições federais vinculadas ao MEC receberão R$ 1,4 bilhão em recursos liberados.

Educação

Processo seletivo da Uepa inicia a partir do dia 12

Publicado

em

Foto: Divulgação

A Universidade do Estado do Pará (Uepa) lançou no dia 24 de setembro o edital do Processo Seletivo (Prosel/2019). O período de solicitação de inscrição terá início no próximo dia 12 de outubro e se estenderá até o dia 8 de novembro de 2018. Candidatos com hipossuficiência econômica podem solicitar isenção da taxa de inscrição de 12 a 19 de outubro. Entretanto, o período de solicitação de isenção e envio de documentos comprobatórios para servidores da Uepa e seus dependentes e pessoas com deficiência (PcD) iniciou no dia 24 de setembro e terminou no dia 1º de outubro.

Este ano, todas as vagas dos 30 cursos de graduação serão disputadas no Prosel, já que em 2016 foi a última edição do Prise, o Processo Seletivo Seriado. Serão 3.610 vagas distribuídas nos 16 municípios onde a Uepa está presente. Para concorrer às vagas, os candidatos deverão se inscrever no Prosel e ter feito as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018). Além disso, as vagas são destinadas a pessoas que concluíram ou estão concluindo em 2018 a última série do Ensino Médio.

Para promover o acesso ao nível de educação superior nos municípios paraenses, o Prosel adota uma política de cotas. Assim, são reservadas 50% das vagas a candidatos que cursaram e concluíram todas as séries do Ensino Médio, ou curso equivalente, na rede pública de ensino. E será atribuído um bônus de 10% sobre a média aritmética das notas obtidas no Enem 2018 aos candidatos que concluíram o Ensino Médio ou equivalente no Estado do Pará.

A novidade do Prosel 2018 está na criação do curso de saúde coletiva (30 vagas), em Belém, e na oferta dos cursos de fisioterapia (30 vagas) no município de Tucuruí; de enfermagem (20 vagas) em Altamira; de licenciatura em Pedagogia (40 vagas) em Barcarena; e licenciatura em música (30 vagas) em Marabá, bem como ampliação de 20 para 40 vagas do curso de Medicina também para Marabá. Além desses cursos, retorna-se a oferta do curso de licenciatura em Letras Libras, com 50% das vagas para ouvintes e 50% para surdos ou deficientes auditivos por meio do Prosel/Enem.

Os interessados em participar do certame devem se inscrever exclusivamente por meio do endereço eletrônico www2.uepa.br/prosel, de 12 de outubro até 8 de novembro de 2018. O pagamento da taxa de inscrição para os candidatos não isentos, no valor de R$ 60,00, deve ser realizado até 9 de novembro. Não serão registrados pagamentos após esse prazo.

No ato da inscrição, o candidato deverá preencher o cadastro com os dados pessoais, bem como as informações relativas ao Prosel e de sua inscrição no Enem. Ao final, será emitido um número de protocolo da operação. É de inteira responsabilidade do candidato o correto preenchimento das informações solicitadas, assim como a impressão e a certificação dos dados constantes no comprovante de solicitação de inscrição.

Para mais informações, acesse o edital completo em: http://www.uepa.br/pt-br/editais/edital-62-2018. Confira também no mesmo link a errata com ajuste no período de inscrições e o vídeo do edital em libras. Com informações / Secom.

Continue lendo
Publicidade

Últimas

Publicidade

Mundo

Esportes

Destaques

© 2018 UNIVERSO NEWS