Conecte-se conosco

Educação

MEC repassa R$ 296 milhões para pagamento de bolsas da Capes

Publicado

em

Foto: Rafael Feliciano / Metróples

O Ministério da Educação (MEC) liberou ontem (6) R$ 296,61 milhões para o pagamento de bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Segundo o MEC, o montante liberado para o Capes corresponde à segunda maior cota dos recursos financeiros liberados pela pasta, que totaliza R$ 1,7 bilhão.

Desse total R$ 634,07 milhões são destinados para as instituições federais, sendo R$ 458,9 milhões repassados para as universidades e R$ 175,58 milhões para os institutos federais.

Em evento realizado ontem em São Paulo, o ministro da Educação, Rossieli Soares, reafirmou que as bolsas de estudos de pós-graduação da Capes serão mantidas em 2019.

Ao todo o MEC anunciou a liberação de R$ 2,5 bilhões em recursos financeiros e orçamentários para diversos programas e ações da pasta, além do custeio e investimento das instituições federais de ensino.

Recursos em 2018

As operações totalizam um repasse financeiro de R$ 3,152 bilhões do MEC para as universidades em 2018, até o momento, e de R$ 1,240 bilhão para os institutos federais. Com essa verba, o MEC chega a 80% de liberação do total de R$ 7,513 bilhões de custeio e 55% do total de R$ 633,119 milhões de investimento previstos para o ano nessas instituições.

Ao longo de 2018, foram repassados recursos financeiros no total de R$ 11,092 bilhões para pagamentos de programas, despesas e ações nas universidades, institutos, autarquias, fundações e secretarias da pasta, informou o MEC.

“Os repasses financeiros estão sendo efetuados de forma regular, sem atrasos, garantindo o andamento das políticas e ações estruturantes executadas pela pasta e instituições vinculadas”, diz a nota divulgada pelo MEC.

Em 2016 e em 2017, o MEC liberou 100% do orçamento de custeio para todas as universidades e institutos federais. Em 2018, foram liberados, até o momento, R$ 4,20 bilhões em orçamento de custeio; R$ 208,09 milhões de investimento e R$ 388,6 milhões de receitas próprias para as universidades; R$ 1,77 bilhão de custeio, R$ 81,46 milhões de investimento e 28 milhões de receita própria para os institutos; e, por fim, R$ 46,92 milhões de custeio, R$ 127,69 milhões de investimento, além de R$ 70,1 milhões de receita própria para os hospitais universitários.

Ao todo, somando-se financeiro e orçamento, as instituições federais vinculadas ao MEC receberão R$ 1,4 bilhão em recursos liberados.

Educação

Fies terá 155 mil vagas para o segundo semestre do ano

Publicado

em

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação informou, nesta sexta-feira (13), que os interessados em solicitar o Financiamento Estudantil (Fies) concorrerão a 155 mil vagas na próxima edição. O prazo para as inscrições começa na segunda-feira (16) e vai até 22 de julho.

Das vagas ofertadas, 50 mil são para operações com juros zero, dentro da modalidade I de financiamento, voltada para quem tem renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos. O restante será distribuído entre as outras duas modalidades, para quem tem renda renda per capita mensal entre três e cinco salários mínimos, e a forma de financiamento depende da região do País.

Para concorrer a uma vaga é preciso ter feito uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010. Além disso, é necessário ter média igual ou superior a 450 pontos. A nota da redação tem de ser superior a zero.

O resultado da seleção será divulgado em 27 de julho e não há segunda chamada. Depois de selecionado, o candidato precisará complementar as informações de inscrição entre 27 e 31 de julho. Depois, levar todos os dados e documentos necessários à instituição financeira para emitir e assinar o contrato. Com informações do Portal Brasil.

Continue lendo
Ad

Facebook

Brasil

Ad

Mundo

Mais Vistas