Conecte-se conosco

Mundo

Líbano quer impedir construção de muro por Israel

Publicado

em

Foto: Reuters

Conselho Superior de Defesa do Líbano prometeu que tentará impedir a construção de um muro na fronteira com Israel.

Para os libaneses, a obra afetaria as relações na região, que é próxima às águas do Mediterrâneo, ricas em gás e petróleo. Já Israel afirma que o muro ocupará somente uma área que pertence a seu território.

A zona em questão fica na “Linha Azul”, local que a Organização das Nações Unidas (ONU) demarcou como fronteira entre os países, após a retirada dos militares israelenses do Líbano, em maio de 2000.

Desde então, a situação na região encontra-se estável, com exceção de um confronto em 2006, quando Israel entrou em guerra com o Hezbollah – movimento xiita armado libanês.

O conflito durou aproximadamente um mês e deixou mais de mil civis libaneses mortos, além de 160 israelenses. Em 2017, a tensão tomou conta da região novamente, quando foram descobertas fontes de petróleo na costa de Beirute, capital do Líbano.

Com informações da ANSA.

Continue lendo
Comentários

Mundo

Custo da guerra na Síria chega a quase US$ 400 bilhões, diz ONU

Publicado

em

Por

Foto: JOSEPH EID/AFP

A guerra que arrasa a Síria há mais de sete anos causou uma destruição avaliada em quase 400 bilhões de dólares – informou a ONU nesta quarta-feira (8).

A estimativa foi publicada por ocasião de uma reunião, em Beirute, da Comissão Econômica e Social das Nações Unidas para a Ásia Ocidental, que contou com a presença de mais de 50 especialistas sírios e internacionais.

A Comissão considerou que o “volume de destruições” é da ordem de US$ 388 bilhões.

Segundo a ONU, esse número não inclui “as perdas humanas” – pessoas mortas nos combates, ou perda de pessoal qualificado devido ao deslocamento da população.

Mais da metade da população síria de antes da guerra fugiu do país, ou foi deslocada ao longo desses sete anos. O conflito já deixou mais de 350.000 mortos.

Um relatório completo sobre o impacto desses sete anos de guerra deve ser divulgado em setembro, de acordo com a comissão.

Continue lendo
Ad

Facebook

Brasil

Ad

Mundo

Mais Vistas