conecte-se conosco

Cinema e Séries

Filme sobre impeachment de Dilma estreia no Brasil com sala lotada

Publicado

em

📷 Reuters

Neste domingo (15) ocorreu a primeira exibição oficial no Brasil do documentário “O Processo”, que aborda o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). A sessão ocorreu no Instituto Moreira Salles (SP), dentro da programação da 23ª edição do festival É Tudo Verdade.

As duas sessões previstas para o evento, causaram breve confusão e reclamações do público que lotava as filas do centro cultural na avenida Paulista por volta das 15h, noticia da Folha.

Por causa da inquietação dos presentes, uma sessão extra foi aberta às 23h, com ingressos também esgotados. O documentário fez sua estreia internacional no festival de Berlim.

Já a estreia comercial do filme está prevista para 17 de maio.

Com muitos espectadores pró-Dilma, o público se manifestou em diversas ocasiões. Uma das responsáveis pela redação da denúncia contra a ex-presidente, a advogada Janaína Paschoal surgiu na tela sob gritos de “louca” e “mentirosa”.

O filme de Maria Augusta Ramos se concentra nos seis meses entre a aceitação da denúncia contra a ex-presidente e a confirmação de seu afastamento, ambos em sessões do Congresso.

Continue lendo
Anúncio
Comentários

Cinema e Séries

Morre Waldyr Sant’anna, dublador de Homer Simpson e Eddie Murphy

Publicado

em

📷 Reprodução

Morreu neste sábado (21), aos 81 anos, o ator e dublador Waldyr Sant’anna. Entre diversas vozes e papéis na televisão, ele foi responsável por ser a primeira voz de Homer Simpson, de “Os Simpsons”, no Brasil. As informações sobre a causa da morte não foram divulgadas.

Waldyr foi a voz de Homer até a 7ª temporada da série e depois retornou na 15ª fase até o episódio 6 da 18ª do desenho animado. No cinema, também deu voz a diversos atores famosos, como Eddie Murphy, Morgan Freeman e Harrison Ford.

Como ator, Waldyr Sant’anna também teve diversas participações em novelas, como “Guerra dos Sexos”, “O Salvador da Pátria”, “Suave Veneno” e “Roque Santeiro”.

Amigos e colegas do dublador lamentaram sua morte nas redes sociais. “Ele sempre era calmo, tranquilo e bem-humorado. Sant’anna sempre me incentivava e gostava de ter longas conversas comigo, o que eu apreciava demais. Inteligente, espirituoso, criativo, divertido e dono de um delicioso humor. Era querido por todos nós na dublagem”, disse Guilherme Briggs, que também postou um desenho em sua homenagem.

Continue lendo
Anúncio

Brasil

Anúncio

Mundo

Ciência

Mais Vistas