Início Esportes Facebook terá transmissões ao vivo de partidas da Champions League

Facebook terá transmissões ao vivo de partidas da Champions League

598

O Facebook continua sério em sua missão de transformar-se em uma plataforma de transmissões esportivas. A empresa, que já tinha firmado parcerias para transmitir partidas de ligas de futebol do México e dos EUA, agora fisgou o seu maior peixe até o momento com a exibição de jogos da Champions League, o campeonato europeu de futebol considerado o maior torneio de clubes do planeta.

As transmissões são fruto de uma parceria com a Fox Sports para transmitir os jogos em inglês e com a Fox Deportes para transmissões em espanhol. O acordo prevê a exibição de duas partidas em dias de jogos na fase de grupos, quatro jogos das oitavas de final e mais quatro das quartas de final. As empresas não revelam os valores envolvidos na parceria.

“Há mais partidas em inglês e espanhol do que nós temos canais para transmiti-las. O Facebook tem uma das maiores audiências de futebol na web, e isso vai expor a Champions League para fãs que não vão ligar uma TV para ver o jogo”, afirmou David Nathanson, diretor de operações da Fox Sports, em entrevista.

O projeto é parte de uma visão de longo prazo do Facebook para tentar atrair os dólares que normalmente seriam dedicados a emissoras de TV. A empresa tem feito um grande esforço de vídeo, alavancando as publicações de usuários e páginas que abraçam o formato, especialmente as transmissões ao vivo.

As transmissões de partidas pela rede social têm grande potencial de audiência, tornando a proposta altamente rentável. Em dias de jogos importantes, chega a ser fácil encontrar páginas piratas transmitindo os jogos para públicos que chegam às dezenas de milhares, mesmo que a qualidade da imagem seja sofrível. Com a chancela oficial, os vídeos tendem a alcançar uma quantidade muito maior de pessoas que também são atraídas pela boa qualidade de vídeo.

O esporte ao vivo ainda tem um atrativo em especial, porque gera um engajamento diferenciado; além de assistir ao conteúdo, o público também tende a comentá-lo nas redes sociais. O Twitter também percebeu isso, e nos últimos anos chegou a fechar contrato para transmissões de jogos da maior liga de futebol americano, a NFL. Em 2017, porém, a empresa acabou perdendo os direitos.