conecte-se conosco

Pará / Santarém

Embaixador da Hungria anuncia interesse do país em investir em vários setores no Pará

Publicado

em

📷 Cristiano Martins

A Hungria quer estreitar relações comerciais com o Pará e, para isso, o embaixador do país no Brasil fez, nesta quinta-feira, 12, uma visita diplomática ao Governo do Estado. Saneamento, pecuária, segurança, educação e indústria foram os temas tratados no encontro.

O secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, representando o governador Simão Jatene, recebeu o embaixador, Norbert Konkoly, e a cônsul geral adjunta de Assuntos Comerciais, Zsuzsanna László. O reitor da Universidade do Estado do Pará (Uepa), Rubens Cardoso da Silva; o presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), Fábio Lúcio Costa e; a coordenadora de Relações Internacionais do Governo do Estado, Larissa Steiner Chermont, participaram da reunião.

“O atual governo húngaro decidiu que o país deve adotar uma política de maior abertura, com ênfase na área comercial e tendo o Brasil como um parceiro preferencial”, declarou o embaixador da Hungria. Diante disso, segundo ele, o estado do Pará foi escolhido “por ser um parceiro ideal do ponto de vista de sua estabilidade econômica e posição geográfica no mundo”, bem como “por sua ampla possibilidade de crescimento e desenvolvimento”.

À mesa de reuniões, o embaixador trouxe ofertas de empresas húngaras nas áreas de saneamento (tecnologia superior para tratamento de água e esgoto, com reaproveitamento de recursos hídricos); pecuária (aumento na produção de carne e leite com o uso de bactérias positivas na alimentação do gado); segurança (instalação de proteção perimetral para monitoramento de ações em torno de prédios públicos) e; educação (oferta de bolsas de estudos para brasileiros em universidades e institutos tecnológicos em Budapeste e outras cidades húngaras).

Ao mesmo tempo, o embaixador anunciou o interesse de uma empresa de seu país em se instalar no Pará com o objetivo de beneficiar ferro e alumínio, usando matéria-prima em abundância no estado. Norbert Konkoly revelou ainda que um consulado honorário deve ser implantado em Belém para continuar as negociações iniciadas na reunião desta quinta-feira.

Para o secretário Adenauer Góes, o Pará tem um enorme interesse em aprofundar relações com a Hungria, não somente na área comercial, mas também cultural e social. “Parceiros que venham somar e aumentar ainda mais nosso desenvolvimento são sempre bem-vindos”, disse Adenauer.

Em Belém, o embaixador e a cônsul seguirão uma agenda que inclui, dentre outras visitas, encontros na Universidade Federal do Pará, Uepa e prefeituras de Belém e Santarém.

Geografia e economia

Localizado na porção centro-sul do continente europeu, o território húngaro é banhado de norte a sul pelo segundo maior rio do continente, o Danúbio. O país não possui saída para o mar e limita-se ao norte com a Eslováquia, a nordeste com a Ucrânia, a leste com a Romênia, ao sul com a Sérvia e Croácia, a oeste com a Áustria e Eslovênia.

A Hungria é a 28ª maior economia de exportação no mundo. Em 2016, o país exportou US$ 102 bilhões e importou US$ 91,4 bilhões, resultando em um saldo comercial positivo de US$ 11,5 bilhões. Em 2016, o PIB da Hungria foi de US$ 124 bilhões e seu PIB per capita foi de US$ 26,7 bi.

As exportações principais são automóveis (US$ 11 bilhões), peças de veículos (US$ 5,92 bilhões), motores de ignição (US$ 3,53 bilhões), medicamentos embalados (US$ 3,27 bilhões) e motores de combustão (US$ 2,82 bilhões). Os principais destinos de exportação da Hungria são a Alemanha, (US$ 28,4 bilhões), Romênia (US$ 5,14 bilhões), Eslováquia (US$ 5,07 bilhões), França (US$ 4,92 bilhões) e a Itália (US$ 4,91 bilhões).

Em relação ao Brasil, o comércio com a Hungria apresenta um fluxo menor, tanto na exportação, quanto na importação. O ano de 2016 apresentou o valor de importação de 25.245.659 (US$ FOB) e no ano de 2017 de 40.243.440 (US$ FOB). O Pará apresentou valores negativos no saldo da balança comercial com a Hungria nos anos de 2016 e 2017, -3.177 (US$ FOB) e -201.537 (US$ FOB) respectivamente.

Continue lendo
Anúncio
Comentários

Pará / Santarém

Entrega de viaturas marca homenagem na Câmara de Vereadores de Santarém

Publicado

em

📷 Samuel Alvarenga

Profissionais das Polícias Civil e Militar do Pará foram homenageados, na tarde desta terça-feira (24), pela Câmara de Vereadores de Santarém, na região do Baixo Amazonas, durante Sessão Pública Especial em alusão ao dia das duas instituições, comemorado em 21 de abril. Vinte profissionais, com atuação destacada e reconhecida pela sociedade, receberam o certificado “Heróis do Tapajós”. Após a solenidade, o comandante-geral da PM, coronel Hilton Benigno, entregou novas viaturas que serão repassadas a municípios da área de abrangência do CPR-1.

Entre os servidores da Polícia Militar estavam o comandante geral, coronel Hilton Benigno; o comandante do CPR-1, coronel Heldson Tomaso; os comandantes do 3º e 35º BPM, tenente-coronel Aldemar Maués e tenente-coronel Cíntia Raquel Cardoso; o comandante da 2ª Companhia Independente de Missões Especiais (2ªCime), major Wilton Chaves, e a coordenadora regional do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), subtenente Duth Cordeiro.

Com o certificado conferido pela Câmara, o coronel PM Hilton Benigno afirma que o momento é de muito trabalho, mas também de reconhecimento pelos 200 anos da corporação no estado do Pará. “É um momento de muita alegria e felicidade, principalmente por conta da marca que estamos chegando: 200 anos da presença da Polícia no estado do Pará e na Amazônia. O momento é de agradecimento ao povo, que é a razão de ser da Polícia Militar. Precisamos, também, refletir o momento que o país vive. Um momento muito delicado, talvez seja o pior momento do Brasil, com crise financeira, política, moral e de valores, que certamente contribui para o aumento da criminalidade, com consumo de drogas exagerado, muitos jovens presos ou morrendo. Por tudo isso precisamos mais do que nunca estar juntos para fazermos o enfrentamento à criminalidade. Exemplos como o Proerd, que chamamos de prevenção primária, é o caminho que devemos seguir”, argumenta o coronel.

Profissionais com mais de 10 ou 20 anos de serviço também foram reconhecidos, entre eles o atual coordenador da área de Segurança Pública do Centro Regional de Governo do Baixo Amazonas, delegado Gilberto Aguiar; o superintendente regional de Polícia Civil do Médio e Baixo Amazonas, Nelson Silva; o diretor da 16ª Seccional de Polícia Civil, Germano do Vale e o delegado Rilmar Firmino, ex-delegado geral da Polícia Civil, que destacou os avanços na segurança pública, mesmo em um momento tão complicado para o país e para os estados.

“Apesar da crise pela qual estamos passando é necessário lembrar os esforços da gestão em prover os profissionais da segurança pública com equipamentos e estrutura adequada e, também, reforçando o contingente de quadro pessoal por meio de concursos públicos. O estado do Pará em um intervalo de quatro anos promoveu dois concursos para a PC. Isso demonstra a responsabilidade com a instituição”, lembrou o delegado.

O secretário regional de Governo, Olavo das Neves, destacou a competência e a importância das duas instituições na região. “É muito importante contar com homens e mulheres comprometidos com a segurança pública. Estamos cercados de pessoas competentes, que abraçam sua profissão. A sociedade só tem a ganhar”, observou.

Viaturas

A solenidade foi marcada, também, pela entrega de novas viaturas para Batalhões e Companhias de Polícia nos municípios de Santarém (15), Monte Alegre (3), Oriximiná (2), Juruti (1) e Óbidos (1). De acordo com o Comando Geral da PM, toda a frota de veículos será renovada.

“Há mais ou menos 20 dias iniciamos a renovação e o aumento da nossa frota. Já houve a entrega de algumas viaturas na Região Metropolitana de Belém, no sul e sudeste e agora estamos vindo para o oeste. Hoje entregamos essas viaturas, possivelmente, já na semana que vem mais viaturas e motocicletas, então até o final do mês de maio toda a frota será renovada”, informou o coronel PM Hilton Benigno.

Continue lendo
Anúncio

Brasil

Anúncio

Mundo

Ciência

Mais Vistas