Conecte-se conosco

Famosos e TV

Em vídeo, Naldo chora e pede perdão à mulher Moranguinho após agressão

Publicado

em

Acusado de agressão corporal pela esposa, a ex-bailarina Ellen Cardoso, mais conhecida como Mulher Moranguinho, Naldo Benny divulgou um vídeo no qual aparece chorando e pede desculpas. Preso nesta quarta-feira (6) por posse ilegal de arma, após a polícia encontrar uma pistola calibre 3,67 e quatro munições em sua residência, o cantor foi denunciado por Ellen Cardoso, no último fim de semana, de agredi-la com socos, tapas e puxões de cabelo durante uma discussão.

“Quero deixar muito claro para a minha mulher que eu estou arrependido, acabado, que eu a amo muito”, afirma o cantor em uma das gravações, dizendo que é um “cara de bem” e que tem procurado ajuda de profissionais. “Infelizmente, as coisas tomaram uma proporção gigante”, diz. Sobre a presença da arma em sua casa, que resultou na sua prisão, o cantor afirma: “Eu tive um assalto na minha casa e a arma não teve nada a ver com a briga, nunca foi porte meu. Eu nem sabia onde estava a arma, a Ellen diz isso no depoimento dela.”

Naldo foi preso em flagrante nesta quarta-feira (6) depois que policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher do Rio de Janeiro cumpriram mandato de busca e apreensão em sua casa, após a denúncia realizada por sua esposa. Ele foi liberado no mesmo dia, após o pagamento de fiança, mas, segundo a Polícia Civil, segue sob investigação pelos crimes de lesão corporal, ameaça e injúria.

Nos vídeos, ele afirma esperar que sua situação sirva como exemplo. “Eu vou lutar pela minha família incansavelmente. Eu estou disposto a melhorar e dar isso como exemplo para as pessoas que passam por isso, para que eu possa ajudar com o meu testemunho, com a minha mudança de postura. Isso é horrível demais, quem tem sua família e quem ama sua família sabe o que eu estou passando agora”, diz Naldo.

Continue lendo
Ad
Comentários

Famosos e TV

Padre Fábio de Melo se desculpa após ser acusado de intolerância religiosa

Publicado

em

📷 Divulgação

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o padre Fábio de Melo falando, em tom de ironia, sobre práticas comuns em religiões de matrizes africanas. “Não tenha medo de macumbas, você tem o poder de fazer milagres”, consta na legenda das imagens, compartilhadas na página do celibatário na última sexta, 4 de maio.

No sermão proferido, Melo diz que os fiéis não devem acreditar nos rituais mencionados. “Se você achar que uma galinha preta na porta da sua casa com um litro de cachaça e uma farofa de banana tem o poder de trazer destruição para sua casa, você não conhece a força do cristo ressuscitado.”

Leia também: Padre Fábio de Melo revolta seguidores ao exibir batismo violento de bebê, veja o vídeo

Em outro momento, em tom de ironia, ele diz: “Com todo respeito a quem faz a macumba, pode fazer na porta da minha casa que se tiver fresco a gente come.

Nos comentários, alguns seguidores criticam a postura do padre. “O senhor deve saber melhor que eu que Jesus Cristo pregava o amor. Logo o respeito vem como consequência disso”, escreveu uma internauta. “A maldade não tem religião, desnecessário a ironia usada”, escreveu outra seguidora.

Nesta quinta (10), Melo se manifestou em suas redes sociais sobre as acusações. Ele afirmou que sempre pregou o respeito à todas as religiões e que o candomblé fez parte de sua origem. “Nunca quis ofender ou desmerecer quem quer que seja.”

Em outras mensagens, ele reforçou que não apoia a intolerância religiosa. “Somos irmãos e não me sinto melhor que ninguém. Se fui infeliz na forma como expressei o meu não crer, perdoem-me.”

Continue lendo
Ad

Facebook

Brasil

Ad

Mundo

Mais Vistas