Conecte-se conosco

Mundo Surreal

Diretor e ator são processado por atriz pornô por ‘estupro’ em cena não prevista em roteiro original

Publicado

em

📷 Reprodução

Alla Montchak, mais conhecida como a atriz pornô Nikki Benz, está processando o diretor Tony T, o ator Ramon Nomar e a produtora Brazzers por “estupro” e agressão por causa de uma cena não prevista no roteiro original de um filme pornográfico estrelado por ela.

De acordo com o site “TMZ”, Nikki, ucraniana radicada no Canadá, exige na Justiça indenização de o equivalente a R$ 17 milhões. O filme foi rodado em dezembro de 2016, em Los Angeles (Califórnia, EUA).

No processo, a atriz de 36 anos alega que, durante a cena, na qual recebe tapas no rosto e nos seios, chegou a sangrar. Além disso, Nikki relata ter sido vítima de uma técnica de tortura semelhante ao waterboarding (em que é simulado afogamento usando uma toalha encharcada).

“O próprio Tony me sufocou com as mãos. Nunca pensei que a Brazzers permitiria isso”, escreveu a atriz no Twitter.

Tony T e Nomar alegam inocência. A Brazzers chegou a afastar alguns profissionais envolvidos na produção do filme.

Continue lendo
Comentários

Mundo Surreal

Homem leva foto da esposa morta todos os dias para ver o pôr do sol

Publicado

em

Foto: Reprodução/Facebook(Giorgio Moffa)

Todos os dias, Giuseppe Giordano, de 70 anos, acompanha o pôr do sol de Nápoles (Itália) com a esposa. Seria mais um ritual romântico a não ser por um detalhe. Ida está morta. O que acompanha o idoso no belo cenário é uma fotografia dela.

A história se perderia se não fosse por um observador. Giorgio Moffa, dono de uma pizzaria à beira-mar, testemunhou a cena e fez uma postagem no Facebook. O caso viralizou.

“Uns dias atrás, eu não conhecia essa pessoa esplêndida. Só sei que ele viveu um grande amor”, escreveu Giorgio.

Giuseppe vem diariamente à mesma praia onde ele e Ida passaram os primeiros anos do relacionamento.

O empresário decidiu investigar mais a fundo. Descobriu que Ida havia morrido sete anos atrás.

“Ele não consegue se ver sem ela e carrega o porta-retrato para todos os lugares. Ele o mantém perto, como se fosse a coisa mais preciosa”, explicou ele, em reportagem do “Metro”.

Giuseppe e Ida se conheceram em 1969. Ele tinha 16; ela, 17. Os pais de ambos foram contrários ao relacionamento, em grande parte pelo fato de Ida ter engravidado antes do casamento. Eles seguiram adiante, formaram uma família com dois filhos até que em 2011 o destino tratou de levar Ida.

“Quando o vi, sabia que ali havia uma grande história de amor. Homens como ele não existem mais”, declarou Giorgio. Com as informações do Page Not Found.

Continue lendo
Ad

Facebook

Brasil

Ad

Mundo

Mais Vistas