conecte-se conosco

Esportes

Cristiano Ronaldo marca 3 e Real Madrid goleia a Real Sociedad

Publicado

em

Foto: Sergio Perez/Reuters

Real Madrid dissipou qualquer dúvida neste sábado de que chegará forte nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Jogando no estádio Santiago Bernabéu, em Madri, em duelo válido pela 23.ª rodada do Campeonato Espanhol, a equipe do técnico francês Zinedine Zidane marcou quatro gols ainda no primeiro tempo e massacrou a Real Sociedad por 5 a 2. Destaque para o português Cristiano Ronaldo, autor de três gols e uma assistência.

O resultado fez a equipe subir provisoriamente para a terceira posição do Campeonato Espanhol com 42 pontos, dois na frente do quarto Valencia – que enfrenta o Levante neste domingo e pode retomar o posto – e 16 atrás do líder Barcelona. Já a Real Sociedad, com 26, está em 14.º lugar.

Em difícil situação no campeonato após uma série de resultados negativos, Zinedine Zidane utilizou a partida deste sábado para ensaiar o time ao aguardado duelo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira, na Espanha, contra o Paris Saint-Germain.

Escalou, assim, alguns de seus principais titulares como Marcelo, Modric, Toni Kroos e Cristiano Ronaldo. E demonstrou que a equipe chegará embalada para encarar o Paris Saint-Germain, após uma boa atuação coletiva e uma participação destacada do astro português, autor de três gols.

E a goleada começou a ser construída ainda no primeiro minuto. Logo aos 50 segundos, Lucas Vázquez recebeu cruzamento de Cristiano Ronaldo e cabeceou no canto, abrindo o placar e entusiasmando a torcida madrilenha.

Se foi o responsável pela assistência no primeiro, o português deixou a sua marca no segundo. Aos 26 minutos, após receber passe na esquerda, Marcelo cruzou rasteiro e Cristiano Ronaldo finalizou no canto para ampliar. Ele ainda teve nova oportunidade de fazer outro aos 32, após receber novo levantamento, agora da direita. Mas acertou a trave.

No minuto seguinte, porém, o terceiro saiu. E foi um belo gol. Após receber passe rasteiro, Toni Kroos chutou de primeira, colocado, da meia-lua. Acertou o ângulo, com perfeição. E, aos 36, nocauteando a Real Sociedad ainda no primeiro tempo, Cristiano Ronaldo aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou no canto, marcando o quarto.

Jon Bautista ainda descontou para o time visitante aos 29 minutos do segundo tempo. Mas, apenas cinco minutos depois, Cristiano Ronaldo aproveitou rebote do goleiro e fez o seu terceiro. O gol de Illarramendi no final pouco mudou a percepção de que o Real Madrid chegará com força para enfrentar o Paris Saint-Germain.

Ainda neste sábado, o Eibar superou o Leganés fora de casa, por 1 a 0, e alcançou a sexta colocação, com 35 pontos. Ivan Ramis fez o gol da vitória já nos acréscimos do segundo tempo.

Anúncio

Esportes

Tribunal de Milão diz que Robinho ‘desprezou’ vítima de abuso sexual

Publicado

em

Foto: Getty Images

Uma juíza da nona seção do Tribunal de Milão, na Itália, revelou nesta quinta-feira (22) as motivações da sentença aplicada ao atacante brasileiro Robinho em novembro de 2017 por “violência sexual em grupo” contra uma jovem albanesa.

De acordo com o relatório de 28 páginas, o atual atacante do time turco Sivasspor, Robson de Souza Santos, e seu amigo Ricardo Falco mostraram um “desprezo absoluto” pela jovem “exposta a humilhações repetidas, bem como a atos de violência sexual pesados”, descrito em suas “conversas interceptadas”.

“Termos chulos e desdenhosos, sinais inequívocos de falta de escrúpulos e quase consciência de uma futura impunidade”, diz o texto, ressaltando que “isso levou o acusado até mesmo a rir várias vezes do incidente, destacando assim um absoluto desrespeito pela condição da vítima”.

O caso ocorreu em 22 de janeiro de 2013, quando Robinho defendia o Milan e a vítima tinha 22 anos. Segundo a investigação, o ato teve a participação do jogador e de mais cinco amigos. Apenas Falco foi identificado, enquanto os outros quatro réus não foram rastreados pela Justiça, que suspendeu o processo contra eles.

Os dois foram condenados a nove anos de prisão e respondem o processo pelo crime de violência sexual em grupo com abuso de “condições de inferioridade física e mental” da jovem, já que ela havia ingerido bebida alcoólica. A juíza Mariolina Panasiti, juntamente com Piera Gasparini e Simone Luerti, decidiu pela pena após “avaliar a personalidade dos perpetradores de abuso”.

A jovem mulher que foi estuprada, aos 23 anos, depois de quase quatro anos, mostrou “ainda os sinais” de um “trauma psíquico”. E isso, para a Corte, é observado em seu testemunho. “Uma história caracterizada agora por emoção intensa, por tons subjugados, típicos de uma pessoa que chegou com esforço para fazer a queixa, e isso parecia particularmente fraco diante do caso”.

Segundo o depoimento da vitima, ela já conhecia Robinho e alguns de seus amigos e estava com o grupo e duas amigas no Sio Café, em Milão, para uma festa de aniversário. Em determinado momento, segundo a albanesa, suas amigas foram embora e Robinho levou a esposa para casa.

Osréus então teriam oferecido bebida à vítima até “deixá-la inconsciente e incapaz de se opor”. Na reconstrução elaborada pela Procuradoria, o grupo levou a jovem para o guarda-volumes da boate e, se aproveitando de seu estado, manteve “múltiplas e consecutivas relações sexuais com ela”. A defesa, por sua vez, afirma que não há nenhuma prova de que a albanesa não tenha consentido com a relação nem de que ela teria ingerido bebida alcoólica.

No Facebook, a equipe de Robinho diz que ele “já se defendeu das acusações, afirmando não ter qualquer participação no episódio”. O processo de recurso ainda está em andamento.

(ANSA)

Continue lendo
Anúncio
Anúncio

Brasil

Ciência

Mundo

Anúncio

Mais Lidas