Conecte-se conosco

Pará / Santarém

Cinco corpos já foram localizados dentro do empurrador CXX, içado na manhã desta terça-feira (5) do fundo do Rio Amazonas

Publicado

em

Cinco corpos já foram localizados dentro do empurrador CXX, da empresa de transportes Bertolini, içado na manhã desta terça-feira (5), do fundo do Rio Amazonas, em Óbidos, oeste do Pará.

A informação foi confirmada pelo diretor do Grupamento Fluvial, delegado Dilermando Dantas. No início da tarde,  de ontem (5) apenas três corpos haviam sido visualizados.

Segundo Dantas, os corpos estavam em ambientes diferentes da embaração. “Estamos acompanhando de perto o trabalho da perícia do IML e até o momento já encontramos cinco corpos. Ainda não entramos nos camarotes da parte de baixo.

Foram encontrados três corpos na parte de cima e dois embaixo, que não estavam nos camarotes. Os corpos estavam um na cabine do comandante, um na cabine do chefe de máquinas, um na sala de recreação, na parte da oficina, e um foi encontrado entre a cozinha e os camarotes”, relatou.

Continue lendo
Ad
Comentários

Pará / Santarém

Caixa inicia pagamento do FGTS para vítimas de enxurrada em Santarém

Publicado

em

Foto: Divulgação

Caixa Econômica Federal iniciou quinta-feira (21), o atendimento para o pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aos trabalhadores residentes em Santarém que foram vítimas de enxurradas no início do ano.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil Darlison Maia, os atendimentos para liberação do FGTS acontecem no período de 21 de junho a 4 de julho de 2018, em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, no horário de expediente das 10h às 15h, de segunda a sexta-feira. O valor do saque será equivalente ao saldo existente na conta vinculada, limitado a R$ 6.220,00. “Nós credenciamos 211 famílias e a Caixa Econômica está liberando o pagamento para aquelas pessoas que foram afetadas pelas chuvas e que estão dentro dos critérios estabelecidos pela Defesa Civil Municipal e pela agência bancária. É importante ressaltar que para receber o benefício a pessoa precisa ter saldo no FGTS”, explicou o Coordenador Municipal da Defesa Civil Darlison Maia.

O trabalhador poderá solicitar a liberação do FGTS apresentando os documentos necessários para saque (originais e cópias): Carteira de Identidade (RG); Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS); comprovante de residência com data anterior a decretação da calamidade ou comprovante de endereço por Declaração emitida pela Prefeitura, em papel timbrado, datada e assinada pela autoridade competente, onde ateste que o trabalhador é residente da área atingida. Com informações do É Notícia Santarém

Continue lendo
Ad

Facebook

Brasil

Ad

Mundo

Mais Vistas