Início Tecnologia Brasil fará parte de comitê internacional que questionará Facebook sobre fake news

Brasil fará parte de comitê internacional que questionará Facebook sobre fake news

223
Foto: Reprodução

Um comitê global de parlamentares vai sabatinar o Facebook sobre a desinformação e as fake news espalhadas na rede social. A companhia responderá os questionamentos na próxima terça-feira (27), no Reino Unido.

O Brasil será representado pelo deputado Alessandro Molon, do PSB, que foi convidado por Damian Collins, presidente do Comitê de Assuntos Digitais, Cultura, Mídia e Esportes do governo britânico (DCMS, na sigla em inglês).

Como mostra o Estadão, a intenção do comitê era fazer perguntas ao CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, mas ele recusou o convite diversas vezes. Quem representará a rede social é Richard Allan, vice-presidente de soluções políticas do Facebook em Londres.

Brasil, Argentina, Canadá, Irlanda, Letônia, Singapura e Reino Unido assinaram o documento da DCMS que solicitava esclarecimentos à rede social. No total, 22 parlamentares estarão presentes. Não está claro se Molon poderá fazer perguntas. O encontro será às 14h30 (horário de Brasília).

Este ano não tem sido fácil para o Facebook. Os casos negativos começaram a estourar com o escândalo da Cambridge Analytica, passou por contratos com fabricantes de smartphones que negociavam dados de usuários, influência em genocídio no Myanmar, saída de CEOs de companhias adquiridas, entre outros.