Conecte-se conosco

Filmes

“A Forma da Água”: por que filme favorito ao Oscar está sendo acusado de plágio?

Publicado

em

Líder em indicações em Oscar 2018, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor, “A Forma da Água” foi acusado de plágio na justiça. A denúncia foi apresentada por David Zindel, filho do escritor Paul Zindel, autor de uma peça chamada “Let Me Her You Whisper”, da década de 1960. Não só o cineasta Guillermo Del Toro, mas também a Fox e o produtor do filme, Daniel Kraus, são alvos da ação.

A peça de Zindel é ambientada na Guerra Fria e narra a história de uma mulher solitária que trabalha em um centro de pesquisas. Com o tempo, ela começa a criar um laço com um golfinho, que se comunica apenas com ela e a quem ela decide salvar dos maus tratos dos cientistas.

Esta é basicamente mesma trama de “A Forma da Água”, que conta a história de Elisa, uma mulher muda que se apaixona por uma criatura fantástica, mantida em um laboratório do governo americano.

Foto: Fox Searchlight Pictures

Para David Zindel, é um choque que “um estúdio deste porte faça um filme tão parecido com o trabalho de Paul sem consultar a família sobre direitos autorais”. Na acusação registrada, Zindel argumenta que o filme é claramente derivado de “Let Me Her You Whisper”.

Defesa

Em comunicado oficial, a Fox afirmou que entrará com uma moção para que a corte da Califórnia não prossiga com o caso. De acordo com a empresa, as acusações são infundadas. “A queixa parece ter sido feita para nos pressionar durante a votação do Oscar. A Fox defenderá vigorosamente este filme original e inovador”, afirma o comunicado.

Em entrevista ao Deadline, Guillermo Del Toro afirmou que nunca havia ouvido falar da peça e que nenhum de seus produtores a mencionou durante a criação da história. “Escrevo roteiros há 25 anos e nunca tive problemas em expor minhas referências e influências. Sempre fui aberto em relação a coisas que amo e a discutir como elas aparecem em meus filmes”, disse.

Continue lendo
Comentários

Filmes

Produção de Guardiões da Galáxia vol.3 é suspensa pela Disney

Publicado

em

Foto: Divulgação

A Disney optou por suspender a produção de Guardiões da Galáxia Vol.3 por tempo indeterminado. Tudo indica que é pelo fato da demissão do diretor responsável pelo primeiro e segundo filme de Guardiões da Galáxia, James Gunn.

A Marvel já teria dispensado a equipe técnica , enquanto procura por um substituto a altura de James Gunn. O terceiro longa da franquia começaria a ser filmado no começo de 2019, com data de lançamento para 2020. Ainda não existe uma nova data de lançamento.

James Gunn foi demitido pela Disney depois de uma polêmica envolvendo tweets antigos do diretor em que ele usava piadas ofensivas sobre temas como estupro, Aids e pedofilia. As informações são do (THR).

Continue lendo
Ad

Facebook

Ad

Brasil

Mundo

Mais Vistas